Campanha Julho Amarelo: Secretaria de Saúde promove ações preventivas contra as hepatites virais

Durante todo o mês de julho, a Secretaria Municipal de Saúde realizou ações de conscientização sobre a importância da prevenção contra as hepatites virais, referentes à Campanha Julho Amarelo.

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) promoveram medidas preventivas das doenças, tais como: testes rápidos de Hepatites B e C, Sífilis e HIV, imunização contra Hepatite B, distribuição de preservativos e orientações referentes à campanha.

A Secretaria Municipal de Saúde realizou 2.116 testes rápidos para os tipos B e C, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O público-alvo da campanha são homens com mais de 40 anos.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E, esse último mais frequente na África e na Ásia. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Por isso, é muito importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.

De acordo com a Secretária de Saúde do município, Kélia Rosa, a ampliação da testagem de diagnóstico e o tratamento fazem parte do plano de eliminação da hepatite C até 2030, pactuado com estados e municípios. Anualmente o Ministério da Saúde envia aos estados cerca de nove milhões de testes rápidos para diagnóstico desta condição.